Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





I will always love you

por ss, em 19.02.12

 

 

 

Há seres que se encontram neste mundo e que jamais se separam. Mesmo que nasça um oceano entre eles, ou mesmo que uma tempestade os faça seguir caminhos diferentes, há amores que nascem para serem eternos.

E sim, a perfeição existe! Existe, porque quando nos apaixonamos, tudo no outro é perfeito. Porque os seus defeitos encaixam nas nossas virtudes. É como se de algum modo houvesse uma compensação recíproca, que no final origina um círculo totalmente preenchido, e mais que perfeito!

Oh meu amor! Foi o teu doce sorriso que me conquistou! Esse sorriso doce, terno, misterioso. Como poderia eu fugir desse sorriso, que transportava uma alegria intensa de viver? Que importava o resto do mundo, se apenas tu fazias feliz o meu mundo? E foram tantas as batalhas que travámos, e tantas as pessoas que calámos! Afinal, o Amor, quando verdadeiro, vence tudo!

Tenho saudades tuas! Como poderia eu não ter saudades? Sinto tanta falta do teu cheiro a rosas, sinto tanta falta de tocar a tua pele macia, sinto tanta falta de ouvir as tuas palavras serenas. Sinto tanta falta dos teus abraços, dos teus beijos, das tuas carícias. Sinto tanto, mas tanto a tua falta…

Desde que partiste, nunca mais amei ninguém! O meu coração foi só teu, e será só teu! Eu entreguei-to, e, por isso, onde quer que estejas, ele está contigo! A verdade é que sem a tua presença a minha vida tornou-se tão vazia. Apenas o meu corpo se mantém vivo, porque tudo o resto morreu no dia em que tu deixaste de existir fisicamente.

O fruto do nosso amor já está crescido! A nossa filha compreenderá a minha decisão! Afinal, ela todos os dias olha para os meus olhos e vê neles a solidão e a tristeza que sinto! Ela sabe, que a tua ausência me matou, e me tem matado segundo a segundo. Sem ti, a minha vida perdeu a cor, porque foste tu que deste cor aos meus dias cinzentos.

Sinto que é chegada a hora de voltar a aninhar-me nos teus braços. Afinal, eram eles que me acolhiam nos momentos mais difíceis.

 Meu amor! Eu quero voltar a sentir o sabor a mel dos teus lábios, quero voltar a perder-me nos teus olhos de avelã, e quero sentir o cheiro dos teus cabelos encaracolados, cor de trigo. Quero voltar a ver esse teu sorriso, e quero limpar as tuas lágrimas de felicidade por me teres novamente ao teu lado. Quero passear contigo de mãos dadas. Quero que oiças os meus segredos, e quero que partilhes comigo as tuas lamúrias e os teus medos. Quero discutir contigo a lista de compras do supermercado, e as tarefas domésticas que fazes questão de me atribuir. E quero que me digas que te irrito quando não faço o que tu queres, e que a seguir me sorrias como uma adolescente, dizendo que me perdoas. Quero voltar a fazer amor contigo, sentir a tua pele macia tocar a minha! Quero pertencer-te, e quero que me pertenças por inteiro. Quero dizer-te que sempre te amarei, e que só junto de ti faço sentido! Por fim, quero adormecer com a tua cabeça repousada no meio peito, com a certeza de que, quando acordar, os nossos corações baterão juntos.

 

 

 

 
"And I, will always love you"
 
 

Texto escrito para a Fábrica de Histórias

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D