Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Hoje, é só isto!

por ss, em 15.01.12
"How I wish, how I wish you were here
We're just two lost souls
Swimming in a fish bowl,
Year after year,
Running over the same old ground.
What have we found?
The same old fears
Wish you were here"
 
 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pum. Pum. Pum.

por ss, em 15.01.12

Crise! Crise! Crise! Ou. Pum! Pum! Pum!

Nos últimos tempos, fomos bombardeados com fortes medidas de austeridade:

Corte do subsídio de férias e do subsídio de natal.

Aumento do IVA na electricidade, restauração, refrigerantes, óleo alimentar, enlatados...

Introdução de portagens nas SCUT.

Aumento das taxas moderadoras, das propinas, e dos transportes.

...

E, havendo fundados receios de que isto não fique por aqui, de cada vez que o Ministro das Finanças, Vítor Gaspar, vem a público, o nosso instinto, é colocarmos um escudo protector na nossa frente, como se nos estivéssemos a defender das balas do inimigo.

O problema é que o inimigo é certeiro, e de pouco nos vale escondermo-nos. Somos alvejados sem dó nem piedade, de forma muuuuuuito lenta (dado o discurso do Sr. Ministro), como se nos quisessem massacrar.

Por incrível que pareça, os tiros parecem ter uma só direcção! Ou então, há quem tenha escudos protectores mais eficazes, e por isso mesmo,  fique imune a tais ataques. Mais uma vez se constata a minha teoria: o princípio da igualdade só está consagrado formalmente, porque na realidade ele não se aplica!

Pum. Pum. Pum, e continua tudo na mesma, ou pior:

- Aumento da taxa de desemprego;

- Recessão da economia;

- Descontentamento social.

Perante isto, sou obrigada a constatar que a situação que vivemos é difícil. Estamos de certeza num período de depressão e de escuridão (luzes mesmo, só na Luz).

No entanto, desligando-me da realidade, e fazendo uma viagem ao meu passado, verifico que os tempos sempre foram difíceis! Desde que me lembro, os meus pais sempre tiveram que fazer esforços para que o salário chegasse ao final do mês. A minha mãe sempre comprou os produtos de marca branca, o frango sempre foi a carne mais consumida lá em casa,  e os enlatados também eram muito frequentes. E, o meu pai, sempre embirrou connosco (comigo, e com o meu irmão, por causa da televisão e do pc), dizendo que no final do mês seriamos nós a pagar a luz, e referindo que a luz estava cara. E estas lembranças acompanham-me desde sempre, não são de hoje.

A grande diferença, é que agora há um maior número de pessoas para quem os tempos são difíceis. E, é por isso, que a crise anda na boca de toda a gente, e tem estas proporções. Afectando um maior número de pessoas as consequências são inevitavelmente piores para o país!

Pergunta-se: o que nos terá levado a esta situação? Há várias teorias. Haverá vários culpados.  Porém, essas questões serão deixadas para os historiadores, e para os estudiosos. Não há tribunais que julguem as más opções políticas! E por isso, a culpa morrerá solteira. No entanto, estamos numa situação sui generis: não há culpados, mas há quem tenha de assumir as responsabilidades. E esse papel é nosso, é do "povo". No fundo, o que temos é uma base a sustentar o topo da pirâmide. Não é estranho que assim seja, pois não? Se invertêssemos os papéis, há muito que a pirâmide tinha caído, e nosso "jardim à beira mar plantado", ter-se-ia, sucumbido.

 

Saúde, trabalho e esperança! É o que desejo a todos!

 

"The future's in the air
I can feel it everywhere
Blowing with the wind of change"

 

 

Texto escrito para a Fábrica de Letras (fabricadeletrasepalavras.blogspot.com)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Um abraço!

por ss, em 14.01.12

Apetecia-me abraçar-te e dizer-te que vai ficar tudo bem!

Apetecia-me ir ter contigo! Ouvir as tuas reclamações!

Apetecia-me simplesmente que sentisses que não estás só!

 

 

 

 

 http://25.media.tumblr.com/tumblr_l2rw5jbYqs1qzdr4go1_400.jpg

 

 

Tu também consegues!

 

 

"For a minute there, I lost myself, I lost myself
Phew, for a minute there, I lost myself, I lost myself"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais nada?

por ss, em 12.01.12

As propinas no ensino superior vão aumentar no próximo ano lectivo, para 1036€! Isto começa mesmo a tornar-se insustentável!

Não gosto de ser pessimista, porque acho que isso não nos leva a lado nenhum, e além disso, não nos ajuda a resolver os problemas.

Mas, a verdade é que chega a um ponto, em que parece impossível suportar tantos aumentos.

Não é fácil! Ainda para mais, sabendo nós, estudantes, que depois de terminarmos a licenciatura não temos um trabalho garantido. Ou seja, depois de três ou quatro anos a estudar, e a gastar imenso dinheiro, porque estudar no ensino superior fica muito dispendioso, não temos certezas nenhumas de que vamos ser recompensados posteriormente.

Chego mesmo a questionar-me se realmente valerá a pena? Se o melhor não teria sido ter-me ficado pelo 12º ano!

Certamente que não! Mas, as dúvidas surgem muito frequentemente em alturas como esta, em que as incertezas quanto ao nosso futuro depois da licenciatura são imensas, e assustadoras.

Soma-se a isto o facto de,hoje em dia, a licenciatura já não ter o valor que tinha no mercado de trabalho. E, por isso, tirar mestrado, mais do que uma opção, torna-se quase uma obrigação. E o problema é inevitável, se para muitos de nós tirar a licenciatura já é algo que exige muito sangue, suor e lágrimas, o mestrado é uma missão quase impossível. Mas, é-o, não por falta de capacidades intelectuais, mas sim por falta de capacidades financeiras e económicas. Posto isto, quem tem dinheiro segue em frente. Quem não tem fica para trás!

E depois, ainda dizem que vivemos numa sociedade em que as condições económicas em que nascemos não nos condicionam no futuro! Condicionam e não é pouco. Quem nasce num berço de madeira, parte muito mais atrás do que aqueles que tiveram chupetas de ouro.

Agora, acredito que é possível, com muito mais esforço, força de vontade, e mais trabalho, alcançar quem parte em vantagem.

Mas não posso deixar de constatar, que a igualdade ainda é um princípio formal, que não se verifica na prática!

 

 

" Sou da geração sem remuneração
e não me incomoda esta condição.
Que parva que eu sou!
Porque isto está mal e vai continuar,
já é uma sorte eu poder estagiar.
Que parva que eu sou!
E fico a pensar,
que mundo tão parvo
onde para ser escravo é preciso estudar."



 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


True Story # 2

por ss, em 12.01.12

 

"Em todas as almas, como em todas as casas, além da fachada, há um interior escondido."

 

Raul Brandão

 

 

https://1.bp.blogspot.com/_w0U5_xIk1A0/TAokNeU-7qI/AAAAAAAAAfE/2swNP0YfJPo/s1600/alma-ponto-luz.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


I´m feel alone

por ss, em 11.01.12

 

 

Às vezes sinto-me tão sozinha, mesmo estando rodeada de pessoas. Parece que ninguém me compreende, mas a culpa é minha. Como posso querer que as pessoas me compreendam se eu não lhes falo de mim, dos meus problemas, dos meus sentimentos... Sempre fui assim, uma carapaça! E tenho consciência que isso impede que as pessoas me conheçam. Impede que se aproximem. Eu própria me afasto das pessoas. Chego a pensar que tenho fobia social. A relação do meu eu com o outro é bastante distante. Não sei porquê, mas o meu instinto faz-me ficar sempre de pé atrás! Quase nunca ninguém sabe o que estou a sentir, ou a pensar naquele momento. E às vezes, apetecia-me somente receber um abraço...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Hoje é mesmo para morrer!!

por ss, em 10.01.12

Um chocolate milka, fones nos ouvidos, e deabular pela cidade como se não existe um mundo à minha volta!

Amanhã é outro dia!! 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


True Story # 1

por ss, em 09.01.12

 

https://1.bp.blogspot.com/_sJKV5A7DUis/TU_5rZUK3_I/AAAAAAAACm4/aWmp481UAlo/s1600/650.jpg

 

 

E amanhã vai ser com toda a certeza um dia bastante difícil! Mas estaremos lá para lutar contra ele.

 

Porque é que parece que nada faz sentido?

 

Já foi um chocolate inteiro em menos de meia hora: tendo em conta que quatro quadradinhos têm 89 Kcal, e que tinha 5 filas de 4 quadradinhos, pois, não é hora de pensar nisso...

 

Porque é que sentimos tantas saudades de quem está tão perto, quando não podemos tocar-lhe?

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


True Story

por ss, em 08.01.12

 

 

"Love isn´t complicated. People Are. "

Autoria e outros dados (tags, etc)


Hoje foi um bom dia

por ss, em 06.01.12

E pronto, afinal a vida não é assim tão má!

Há coisas que permanecem inexplicáveis, mas acho que só o tempo trará respostas e explicações!

Por agora, rendo-me às evidências: sou só eu!

 

 

 

https://1.bp.blogspot.com/_wWqr_H-gD60/SxET_rOci7I/AAAAAAAAAW4/I3s2LZM9aPA/s400/felicidade2.jpg

 

 

 

 

 

 

"Isto é só um copo
Eu não bebi de mais
Achei que era diferente
E são todas iguais
Escrevi canções sobre ela
Mil noites sem fim
Deixou-me neste bar
A canta-las pra mim
Doce uhhh uhhhhhh uhhhhhh uhhhhhh uhhh"

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D